Roteiro Chile -1 dia em Casablanca

  O Chile é um país que está no meu coração. Não só pela organização da cidade de Santiago, pela gastronomia impecável principalmente na parte de frutos do mar e sobremesas, não só pela diversidade de lugares para visitar… O Chile apresenta quatro barreiras naturais: a Cordilheira dos Andes, o Oceano Pacífico, o Deserto do Atacama e a Patagônia. Essas barreiras auxiliam na contenção das pragas, portanto, propiciam a cultivo de alimentos e bebidas orgânicos. Adicionalmente, apresenta clima e solo propícios para a produção das mais variadas uvas e vinhos, em uma diversidade de terroirs impressionante. Grande parte dos vinhedos do Chile não necessita de irrigação, pois as raízes da videira buscam água nos lençóis e nos rios. Há vinhedos cultivados de forma ancestral, sem intervenção do homem no processo.

  O Chile mudou minha percepção sobre vinhos brancos (dificilmente eu os tomava). Foi em uma viagem à região de Casablanca, que eu experimentei o melhor branco da minha vida e também outros excelentes brancos que me fizeram querer comprar quase toda a minha cota em vinhos brancos. A região de Casablanca possui Syrahs que também se tornaram meus favoritos por sua elegância e veludez.
  Casablanca é uma das regiões de vinho mais próximas da cidade de Santiago, e é caminho para o passeio às cidades costeiras de Viña del Mar e Valparaíso. Entretanto, Valparaiso foi muito afetada pelo maior incêndio florestal da história do Chile, não há como saber agora quando será reconstruída. Em 20 de janeiro, a presidente decretou estado de emergência em Valparaíso, além de outras regiões. Casablanca não teve suas vinhas afetadas. A presidente declarou que os incêndios já estão sendo controlados.
  Mesmo com essa triste notícia, vou postar aqui um roteiro de 1 dia das vinícolas mais amadas em Casablanca!

  Vá pela manhã à maravilhosa e biodinâmica (orgânica) vinícola Matetic. Possuem deliciosos vinhos brancos florais, minerais, leves e elegantes! Nada do que havia provado antes! Descobri que o que geralmente não me agrada são brancos de clima quente, que possuem palato óbvio de frutas como abacaxi e pêssego, são mais doces e difíceis de tomar, pois são mais encorpados. Posso ainda me surpreender e passar a gostar de alguns deles, mas por enquanto ainda não.

  Reserve a sua tarde para visitar a vinícola Casa Marin, que produz meu branco Sauvignon Blanc favorito de todos os tempos! Ele teve 96 pontos no Guia Descorchados. Maria Luz Marin é agrônoma, enóloga e proprietária da vinícola. Ela foi pioneira em criar os primeiros vinhedos de clima frio de toda a América do Sul e da costa do Pacífico. Seus vinhos brancos são extraordinariamente bons. O Casa Marin Sauvignon Blanc Cipreses Vineyard é complexo, de acidez equilibrada, notas herbáceas e florais, minerais, lácteas, especiarias bem sutis, toque de limão siciliano, persistente, porém leve e delicado. Pode ser tomado sozinho, sem acompanhar comida alguma.
  Solicite seu jantar lá mesmo, antecipadamente e se hospede na vinícola Casa Marin em meio aos vinhedos, uma hospedagem mais rústica, mas você não vai se arrepender!

Mapa detalhado partindo de Santiago:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *