Conheça o melhor vinho branco do Chile

     Entrevistei Maria Luz Marin, enóloga proprietária de uma das melhores vinícolas do Chile, a Casa Marin, na região de Lo Abarca, reconhecida recentemente como uma denominação de origem. A vinícola é produtora do melhor vinho branco do Chile pelo Guia Descorchados.

Talita: Você poderia nos contar um pouco sobre a sua formação e experiência profissional? Por que achou que Lo Abarca era uma região especial?

Maria: Eu me formei na Universidade do Chile como enóloga, trabalhei por vários anos em vinícolas no Chile, na parte comercial e também como “winemaker”.
Eu acredito que todo enólogo sonha em produzir seu próprio vinho, especialmente se for de uma região única e desconhecida no mundo. Além disso, busca ser diferente, expressar o terroir de uma região, especialmente porque antes os vinhos do Chile eram todos parecidos, a maioria era produzida no Vale Central.
Lo Abarca é uma região perto do oceano, com manhãs muito frias, nevoeiro e topografia íngreme. A minha ideia era produzir um estilo de vinho com identidade e personalidade, totalmente diferente do que era produzido. Para mim, isso foi Lo Abarca: condições extremas para a produção de vinho.

Talita: Você poderia nos contar a história de quando você começou a fazer vinho em Lo Abarca e as pessoas diziam que você estava cometendo um erro?

Maria: Sim, todas as pessoas estavam dizendo que eu era louca em plantar vinhas naquele lugar, as pessoas na cidade, a senhora que me vendeu a terra e especialmente meus colegas que estavam questionando por que eu estava arriscando tanto. Eles diziam que eu perderia dinheiro, esforço, tempo, credibilidade, etc. A menos que eu conseguisse produzir um vinho fantástico, vendido a um preço alto, o que é impossível, claro, porque é do Chile (vinhos chilenos são conhecidos por serem vinhos bons, mas baratos). Portanto, eu supostamente não deveria ter sucesso.

Talita: Quando foi seu primeiro prêmio de vinho?

Maria: No Decanter World Wine Awards 2003 com o nosso Sauvignon Blanc, recebemos o Troféu Internacional.

Talita: Eu recentemente provei o Casa Marin Lo Abarca Pinot Noir e fiquei muito surpresa … Você diria que é semelhante aos vinhos da Borgonha?

Maria: Nós não tentamos copiar ou ser semelhantes aos da Borgonha, apenas encontramos nossa própria personalidade e características, mas eu poderia dizer que o nosso Pinot Noir pode estar no mesmo nível de seus melhores vinhos.
 
Talita: Quais são os seus melhores vinhos hoje?

Maria: Todos os vinhos que produzimos, mas posso dizer que os nossos vinhos são melhores quando são mais velhos, tanto os brancos, quanto os tintos. E é claro que temos safras melhores, algumas delas são 2006, 2009, 2011, 2013.
 
Talita: Você tem lutado por anos para transformar Lo Abarca em uma denominação de origem e você finalmente conseguiu! Você pode explicar o que isso significa?

Maria: A denominação de origemLo Abarca é uma novidade no Chile, porque em relação às antigas, esta corresponde a um local específico sem uma delimitação específica, o que é uma novidade. Este é o resultado de uma nova realidade no vinho chileno, é o esforço da Casa Marin por trás deste novo lugar com solos particulares, o clima e o trabalho do nosso povo. Nós desenvolvemos um lugar que produz um vinho com identidade própria. É o que em outras latitudes eles chamam de Terroir.
 
Talita: O que torna os vinhos Lo Abarca diferentes do resto do mundo? Que características de aromas e sabores você pode encontrar nos vinhos de Lo Abarca que são uma referência de Lo Abarca?

Maria: Nossos vinhos são alguns daqueles vinhos que têm o maior caráter do mundo. A influência de Lo Abarca é tal que os sabores que obtemos vão muito além de um caráter varietal. A quantidade de camadas de sabor (complexidade), concentração, salinidade, a mistura de voluptuosidade e acidez acentuada podem ser identificados em nosso Riesling, Gewurstraminer, Sauvignon Blanc e Sauvignon Gris. Todos têm o mesmo caráter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *